Nota de esclarecimento sobre o ato realizado na Câmara de Vereadores no dia 8 de agosto

O Sitrampa vem a público esclarecer que a direção do sindicato, tampouco os trabalhadores(as) do serviço público municipal de Palhoça, tiveram qualquer tipo de envolvimento nas atitudes que causaram tumulto durante a sessão da Câmara de Vereadores, realizada no dia 8 deste mês. Trata-se de um fato isolado envolvendo um dos vereadores e outro indivíduo que não faz parte do movimento sindical ou da categoria de professores.

Dirigentes do sindicato e profissionais do magistério acompanhavam os trabalhos da Casa Legislativa e, de forma democrática, manisfestavam seu descontentamento com o projeto 074/2023, em tramitação no Legislativo. Os trabalhadores(as) da rede municipal de ensino iniciaram uma “operação tartaruga” no dia 3 de agosto. Desde então vêm realizando  diversos atos sem qualquer tipo de agressão ou desordem. 

O Sitrampa não compactua com qualquer tipo de violência. Vale esclarecer ainda que não houve agressão física de vereadores contra professores. A Câmara de Vereadores sempre demonstrou apoio e entendimento junto aos trabalhadores e ao Sitrampa. Episódios isolados não afetarão o bom relacionamento entre sindicato e Legislativo municipal.

Contudo, o sindicato acredita na reconstrução do diálogo, considerando a Casa Legislativa como um importante ambiente de representação da sociedade. Isso implica na conscientização sobre a responsabilidade representativa, respeitando e prezando pelos direitos de todos os palhocenses, inclusive dos trabalhadores e trabalhadoras do serviço público municipal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezenove + catorze =