Sitrampa requer na justiça ação de indenização coletiva para os trabalhadores da Secretaria de Obras

Em visita aos locais de trabalho, direção do sindicato constatou a situação degradante a que os servidores estão sendo submetidos

 

Cumprindo sua função de defender os direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, o Sitrampa está requerendo, por meio de ação na Justiça, uma indenização coletiva para os trabalhadores da Secretaria de Obras do município de Palhoça.

 

Em visitas realizadas nos locais de trabalho, o sindicato constatou a situação degradante a que os servidores são submetidos. Os trabalhadores vêm enfrentando condições indignas de trabalho, sem local adequado para a realização da alimentação, higiene pessoal e até mesmo sem o recebimento dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

 

Após o recebimento de denúncias, o Sitrampa oficiou o secretário de Obras do município, Edson Ghizoni, e o prefeito Eduardo Freccia, para que adotassem as providências necessárias. Contudo, não houve resposta até o momento, tampouco foi adotada qualquer medida para efetivamente resolver a situação. Portanto, a questão foi judicializada pela entidade sindical.

 

O presidente do Sitrampa, Everton Sotero, destaca que “a preservação da saúde do servidor deve ser garantida por meio da adoção de medidas que tornem o seu local de trabalho isento de riscos à integridade física e psicológica do laborante. Não podemos nos omitir diante de tamanho descaso com os servidores e iremos lutar até que seus direitos sejam respeitados.”

 

O Sitrampa ainda informa que o juiz já aceitou o processo e marcou audiência conciliatória para o dia 23 de fevereiro, às 18h, na Vara da Fazenda Pública dos Acidentes de Trabalho e Registros Públicos da Comarca de Palhoça.

 

Número do processo para consulta: 5002039-32.2022.8.24.0045

Ou, acesse AQUI o processo na íntegra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

oito − 4 =