20 de novembro: Dia da Consciência Negra

O Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, faz referência à morte de Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares, morto numa emboscada no ano de 1695 enquanto lutava contra a escravidão do seu povo. Ele e sua companheira Dandara lutaram juntos na resistência armada quilombola pela liberdade de negros e negras no final do século XVI.

 

Com isso, há algumas décadas, o 20 de novembro tornou-se a data para celebrar e relembrar a luta dos negros contra a opressão no Brasil. 

 

Neste ano, também está na pauta do 20 de novembro o #ForaBolsonaroRacista, como forma de denunciar o genocídio que vem sendo praticado contra a população negra brasileira, a mais afetada pelas mortes causadas por Covid-19. 

 

Além das consequências da pandemia, para os negros, a atual conjuntura é ainda pior. Dados do IBGE apontam diversos aspectos de desigualdade. Pessoas negras recebem 56% menos que pessoas brancas de ocupam o mesmo cargo; a ocupação de trabalhos precários chega a ser composta, em alguns setores, por 85% de pessoas negras; cerca de 73% das pessoas que estão abaixo da linha da pobreza são negras; entre outros tantos dados alarmantes que colocam em risco a vida e o futuro do povo preto.

 

Não há mais espaço para as políticas racistas e de exclusão praticadas por Jair Bolsonaro, um presidente que não se importa com a fome do povo, promove o ódio e a cada dia provoca mais destruição do país. Não podemos mais aceitar que pessoas sofram consequências tão graves em razão da sua cor de pele.

 

Pelo fim do genocídio do povo negro!

Nem bala, nem fome e nem Covid-19, o povo negro quer viver!

#20N #ForaBolsonaroRacista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezessete + 8 =