Sitrampa cobra medidas para combater assédio moral na Secretaria de Assistência Social após inúmeras denúncias

O Sitrampa enviou ofício ao Executivo municipal de Palhoça reforçando o pedido para que haja a averiguação imediata das denúncias de assédio moral na Secretaria de Assistência Social, bem como as devidas punições ao servidor assediador, caso a prática seja comprovada.

Ainda em setembro de 2022, o sindicato havia entregue ao secretário de Assistência Social um relatório descrevendo as denúncias de atos de assédio moral praticados por coordenadores e diretores. Ocorre que, após sete meses, nenhuma providência foi efetivamente tomada. Pelo contrário, novas denúncias continuam surgindo periodicamente.

Além de averiguar a situação, o Sitrampa pede que o governo municipal promova ações de conscientização, demonstrando que o assédio moral deve ser coibido, que é crime e adoece quem sofre com este tipo de situação. Não é aceitável que servidores da Secretaria de Assistência Social tenham de enfrentar isso, bem como em qualquer outro ambiente, público ou privado.

Acesse aqui o ofício na íntegra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2 × 4 =