Seminário Nacional de Mulheres conta com a participação do Sitrampa

A Central Única dos Trabalhadores está promovendo o Seminário Nacional de Mulheres nesta quarta-feira, 15, e quinta-feira, 16, em São Paulo. O Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Palhoça, através da sua vice-presidente, Diva Veloso, está participando da atividade.

Diva destaca a relevância do evento, que não poderia ter sido em um momento mais apropriado já que o assassinato de Marielle Franco completou nesta terça-feira, 14, cinco anos. “Infelizmente, vivemos em um estado com estatísticas alarmantes sobre feminicídio, onde foram registrados 45 casos entre janeiro e outubro de 2022 – 18,4% a mais que no mesmo período de 2021.” Os dados são da Secretaria de Segurança Pública e estão disponíveis no Observatório da Violência Contra a Mulher de Santa Catarina

Portanto, o debate sobre as mulheres é urgente. “Precisamos que o governo federal promova ações de políticas para as mulheres, que foram tão atacadas na gestão passada. É preciso que o Estado as proteja contra a violência de gênero, garanta seus direitos e incentive o protagonismo feminino,” observou Diva.

A atividade também está sendo apoiada pelo Solidarity Center, organização sem fins lucrativos alinhada com a federação trabalhista AFL–CIO. Os temas centrais das duas mesas que integram a programação estão voltados para a vida das mulheres e seus principais desafios. A reflexão sobre as “políticas públicas para as mulheres – compromissos do governo para a gestão – curto, médio e longo prazo – papel dos atores sociais, o que esperar do parlamento?” também serão pontos de reflexão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quinze + dois =