Trabalhadores(as) da Saúde em luta pela implementação imediata do Piso Salarial Nacional da Enfermagem

Trabalhadores(as) da saúde de diversos municípios da Grande Florianópolis participaram da Assembleia Geral Unificada, realizada na tarde desta quarta-feira, dia 21, na Praça Tancredo Neves, na capital. A categoria luta contra a decisão tomada pelo STF no último dia 15, que manteve suspensa a Lei que fixa os pisos salariais para enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem e parteiras. 

Confira no vídeo a fala da vice-presidenta do sindicato, Divanir Veloso:

A assembleia decidiu pela continuidade das mobilizações em defesa piso da categoria, seguindo o calendário do Fórum Nacional da Enfermagem, composto por um conjunto de entidades que representam os profissionais do setor a nível nacional. 

Outro ponto discutido na assembleia unificada foi a inclusão do piso no Plano de Cargos e Salários para os servidores públicos. Também como encaminhamento, ficou definido que haverá um movimento de cobrança aos deputados e vereadores para que pressionem pela garantia da lei. Uma carta aberta à sociedade, como manifesto da categoria, será construída em conjunto entre as entidades.

Além disso, foi reforçada a necessidade de divulgação do abaixo-assinado contra assédios e demissões, criado por entidades representativas dos trabalhadores da saúde da Grande Florianópolis. O documento expõe o repúdio ao que está sendo praticado por algumas empresas contra empregados que se manifestaram em favor do Piso Nacional da Enfermagem. Acesse aqui e assine o abaixo-assinado.

Logo após a assembleia foi realizado um ato em frente aos hospitais Baía Sul e Caridade para demonstrar o descontentamento dos profissionais e protestar contra a demissão de um trabalhador que estava à frente de um movimento independente que defende a implementação do Piso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × 1 =