Urgente: projeto que aumenta salário do prefeito para 30 mil reais pode voltar à pauta da Câmara

Aumento do salário do prefeito Eduardo Freccia eleva também o teto de remuneração de alguns servidores que pressionam pela aprovação do projeto

Nova tentativa de aumento do salário do prefeito e outros servidores poderá ocorrer hoje, na Câmara de Vereadores de Palhoça. O Sitrampa tomou conhecimento acerca da tramitação do projeto de Lei 020/2021, que altera o salário do prefeito para aproximadamente R$ 30 mil reais. Além disso, para fins de pagamento do salário, basta que o prefeito trabalhe 15 dias para considerar o mês todo como trabalhado.

 

Diante disso, mais uma vez o sindicato se posiciona contra e repudia veementemente a atitude política que está sendo orquestrada para beneficiar o próprio prefeito e alguns outros servidores. 

 

Ao analisar a proposta, é possível perceber que o projeto atende o pedido de um grupo de servidores próximos ao prefeito e a alguns vereadores, que solicitam aumento em seus salários. Entretanto, uma lei municipal não permite a nenhum servidor municipal ganhar mais do que o prefeito. Por isso, a necessidade de aumentar a remuneração do chefe do Executivo.

 

Num momento em que uma parcela significativa da população passa fome por falta de investimentos em políticas públicas para geração de emprego e renda, aqueles que têm o poder de decisão arquitetam medidas em benefício próprio, como o reajuste em questão. Atualmente, o prefeito recebe cerca de R$ 16.389,00, que passariam para 29.920,00.

 

Para a data-base 2022, o sindicato não espera outra atitude do prefeito que não seja a valorização dos servidores, com reajuste integral de pisos, índices inflacionários e direitos dos trabalhadores, como insalubridade, gratificações específicas e cumprimento integral da convenção coletiva.

 

Caso o projeto seja colocado em pauta, o Sitrampa divulgará amplamente como será a votação, mostrando os vereadores favoráveis a esse aumento e os vereadores contrários. 

 

Acesse aqui o projeto de Lei na íntegra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × três =