Sitrampa cobra melhorias na unidade CEI Vovó Maria

No dia 29 de maio, o Sitrampa enviou ofício aos órgãos competentes da Educação de Palhoça e à Promotoria de Justiça da Comarca de Palhoça do Ministério Público de Santa Catarina denunciando a situação da unidade CEI Vovó Maria.

Em visita institucional realizada pelo sindicato à unidade CEI Vovó Maria, no início do ano letivo, foram observadas algumas demandas emergenciais que necessitam de atenção do Poder Público.

No que tange à estrutura da instituição, verificou-se que não há muros na instituição, apenas cercas. O portão da unidade não oferece segurança para os que lá estão. A pintura apresenta danos em alguns pontos. Algumas janelas apresentam dificuldades em seu manejo, bem como não apresentam segurança. Há goteiras na instituição. O chão do pátio não conta com revestimento argamassado, estando apenas no reboco.

Não há acessibilidade na área externa à instituição. O refeitório da instituição não oferece ar-condicionado, deixando desconfortável o momento da alimentação dos educandos ali matriculados. Na cozinha não há coifa e o teto é de isopor.

No que tange aos Recursos Humanos do quadro civil, não há servidores suficientes para a área de limpeza e merenda sobrecarregando os profissionais que lá estão, bem como não há Guarda Patrimonial. Os materiais de EPI ainda não foram ofertados.

Sobre os profissionais do quadro do magistério , o quadro de professores não está completo, falta material pedagógico. Por fim, não há na unidade uma sala para guarda e manutenção dos materiais esportivos.

Para acessar o ofício e saber mais detalhes sobre as reivindicações, clique AQUI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

15 + onze =