URGENTE – Ataque a Educação Pública Municipal

Chega a informação de que a Secretaria de Educação realizou uma reunião com as direções, onde determinou que os profissionais ACTs e efetivos não terão férias, ou terão férias parciais em janeiro/2021.

 

A intenção é fazer os professores se apresentarem nas UE, junto a merendeiras, asos, suporte pedagógico e diretores.

 

A medida é travestida de irresponsabilidade, pois, além de esgotar os trabalhadores psicologicamente e emocionalmente a desorganização proporcionada pela SME traz risco de aglomeração e propagação da COVID no ambiente de trabalho.

 

O Sitrampa repudia a medida e exige que os trabalhadores sejam preservados e as férias sejam mantidas, pois, até o presente momento as instituições e seus profissionais trabalham de forma acima da normalidade e com excedente de carga horária. Ainda, todos os trabalhadores devem permanecer atentos, pois a categoria permanece em Estado de Greve e podem ser convocados ainda nessa semana para que paralisem os serviços como medida de protesto contra os excessos cometidos pela prefeitura de Palhoça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

8 + dezenove =