O Executivo municipal de Palhoça, em resposta ao Sitrampa sobre a data-base 2020, informou que, por orientação do Ministério Público de Contas de Santa Catarina (MPC/SC) e considerando a situação de pandemia, as tratativas estão suspensas.

 

No dia 2 de abril, o Ministério Público de Contas enviou uma recomendação a todos os municípios catarinenses, para que não concedam reajuste salarial aos servidores enquanto durar a emergência em saúde pública, causada pela pandemia do novo coronavírus. Também estão incluídas as revisões de vantagens indenizatórias e gratificações.

 

Vale lembrar que o Acordo Coletivo da categoria prevê diversos outros itens além das cláusulas financeiras, como, por exemplo, a luta por melhores condições de trabalho em todas as áreas do serviço público municipal. Ou seja, para todas as demais demandas dos trabalhadores, o sindicato segue atuando.

 

Neste momento de pandemia, o Sitrampa também presta assistência aos servidores que estão sendo convocados pela administração, acompanhando ainda o devido fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPIs) para que todos possam atuar de maneira adequada e segura.